FOCOS E FATORES ASSOCIADOS AO APARECIMENTO DE LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA (LTA) E LEISHMANIOSE VISCERAL (LV) NO CARIRI CEARENSE

Autores

  • Alexcian Rodrigues de Oliveira Secretaria de Educação do Estado do Ceará
  • Cláudia Alves Fernandes Laboratório de Análises Clínicas do Crato

DOI:

https://doi.org/10.16891/93

Resumo

Em decorrência de surtos epidêmicos no Ceará, em especial no Cariri Cearense, faz-se relevante o mapeamento de casos por localidade, sendo este o objetivo principal deste trabalho. Os dados foram acessados pelo “Sinan Net”, analisados pelos programas Microsoft Office Execel 2007, epiinfo (versão 3.5.2) e stata (versão 10) e relacionados a outras bibliografias. Os resultados foram que o desmatamento, migração e urbanização são características identificadas nas áreas afetadas, sendo possível identificar 3 municípios como mais acometidos com mais de 70% dos casos de LTA e LV e outros 3 como um possível novo “cluster” de transmissão. Conclui-se que na região a Leishmaniose é autóctone e a análise do quantitativo de casos demonstra que houve uma maior disseminação da patologia em determinadas localidades suscitando necessidade de melhor acompanhamento das áreas mais afetadas.

Palavras-chave: leishmania; transmissão; aglomeração; endêmico; negligenciada

Downloads

Publicado

2014-11-19

Edição

Seção

Saúde