EFEITOS DA TERAPIA DO ESPELHO NA FUNCIONALIDADE EM PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Camila Alves Caetano UNILEÃO
  • Daiane Pontes Leal Lira UNILEÃO

DOI:

https://doi.org/10.16891/2317-434X.v.10.e1.a2022.pp1255-1259

Resumo

O acidente vascular cerebral (AVC) conceitua-se como um distúrbio neurológico agudo de duração maior que 24 horas, apresentando sintomatologias relacionadas às regiões focais e globais do cérebro. Dentre os métodos de tratamento disponíveis, destaca-se a terapia do espelho, utilizada com objetivo principal de melhora da mobilidade por meio da retroalimentação visual, auxiliando na construção da plasticidade cerebral e consequente reaprendizado motor. Este estudo objetiva verificar os efeitos da Terapia do Espelho em pacientes com sequelas de acidente vascular cerebral. Essa pesquisa apresenta-se como uma revisão integrativa, com abordagem descritiva. Na coleta de dados realizada entre setembro e outubro de 2021, utilizou-se das plataformas digitais PUBMED, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e o banco de dados Physiotherapy Evidence Database (PEDro). Foram selecionados 5 artigos que correspondiam com os critérios de inclusão, exclusão e elegibilidade. A partir da análise dos artigos selecionados, relata-se que a terapia do espelho proporciona resultados significativos na melhora de mobilidade em membros superiores, aumentando sua funcionalidade e proporcionando maior qualidade de vida e, em membros inferiores o método proporciona melhora na espasticidade, funcionalidade, aumento de força e velocidade ao caminhar, porém deve-se ressaltar que a terapia não se apresentou como melhor técnica na maioria dos estudos. Observou-se neste estudo que a terapia do espelho possui bons resultados com relação ao aumento de funcionalidade em pacientes com sequelas de AVC, apesar de não ser, de acordo com o estudo, a melhor técnica para esse objetivo.

 

Downloads

Publicado

2022-02-07

Edição

Seção

Artigos