SEGURANÇA DO PROFISSIONAL DE SAÚDE EM TEMPOS DE PANDEMIA NO BRASIL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Morgana Vilarouca Silva Universidade Regional do Cariri

DOI:

https://doi.org/10.16891/2317-434X.v10.e2.a2022.pp1447-1455

Resumo

INTRODUÇÃO: O objeto de estudo é a segurança do trabalhador profissional de saúde, principalmente, o profissional de enfermagem, em tempos de pandemia.  OBJETIVO: Descrever com base na literatura, as medidas de segurança e as formas de enfrentamento para os profissionais de enfermagem, durante a pandemia da Covid-19. METODOLOGIA: Trata-se de uma revisão integrativa, sendo encontrados 192 estudos e após aplicação dos critérios de elegibilidade, constituíram a amostra final, 11 estudos. RESULTADOS: Entre os achados foram constatado vários problemas relacionados aos riscos à saúde do profissional de enfermagem, que mesmo antes da pandemia, já causavam preocupação, tornaram-se alarmantes no atual contexto. O Brasil tem sido listado como um dos países com maior número de profissionais de saúde atingidos pela pandemia. Um dos estudos mostrou uma menor prevalência de SARS-CoV-2, entre profissionais de saúde da linha de frente, sendo diretamente atribuído às medidas de controle implantadas na instituição desde o início da pandemia. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Fica claro a necessidade de medidas de enfrentamento que incluam medidas de segurança, nesta pandemia, para os profissionais de enfermagem e os profissionais de saúde de uma forma geral, porque há uma relação direta entre ações assertivas de biossegurança e a contaminação por Covid-19 por esses profissionais.

Biografia do Autor

Morgana Vilarouca Silva, Universidade Regional do Cariri

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Vale do Salgado(UNIVS). Pós-graduanda em Politicas Públicas em Saúde Coletiva na Universidade Regional do Cariri(URCA).

Downloads

Publicado

2022-07-15

Edição

Seção

Artigos