Tumor Odontogênico Queratocístico-Revisão de Literatura

Autores

  • Julianny Ferreira de Sousa Faculdade Leão Sampaio
  • Monique Diniz Vidal Faculdade Leão Sampaio

DOI:

https://doi.org/10.16891/225

Resumo

INTRODUÇÃO:O tumor odontogênico queratocístico (TOQ) é uma neoplasia odontogênica benigna, apesar do comportamento agressivo e a elevada recidiva.REVISÃO DE LITERATURA: Estudos recentes associam a patogênese e o desenvolvimento do TOQ ao processo de transição epitélio-mesenquimal, condição em que ocorre alterações de coesão, polarização e motilidade das células do epitélio oral.DISCUSSÃO:As características radiográficas mostram em alguns estudos, a presença de uma área radiolúcida tomando grande parte de uma dada região, podendo ou não envolver remanescente dental. Para compor um diagnóstico correto e preciso é necessário também a realização de um exame histopatológico que mostre a presença de células do epitélio escamoso e estratificado orto ou paraqueratinizado. Em relação ao tratamento foi observado na literatura que o TOQ apresenta altas taxas de recidiva e que de acordo com o tipo de tratamento escolhido essa taxa pode variar sendo menor quando tratada por opções terapêuticas mais agressivas.O objetivo desta revisão visa uma busca atual da literatura para abordar de uma forma geral o Tumor Odontogênico Queratocístico , enfatizando suas características, formas de tratamento, incidência e prevalência, recidiva e localização.CONCLUSÃO:O tumor odontogênico queratocístico é uma lesão discreta sintomatologia, porem potencialmente agressivo. O tratamento deve ser norteado por uma técnica cirúrgica que ocasione o mínimo de morbidade ao paciente e com efetivo controle de recidiva.

 

Publicado

2015-12-26

Edição

Seção

Saúde